24/11/2016

Gigantes da comida mostram que a demanda por delivery está em alta

Benchmarking

Já foi a época que tínhamos tempo de fazer almoço e jantar. Pelo menos, essa é a realidade da grande parte das pessoas, especialmente as que vivem nas metrópoles. Conciliar trabalho, estudo, academia, tarefas de casa e tempo com a família já é difícil o suficiente sem ter que adicionar horas na cozinha. As nossas demandas na vida crescem a cada ano, e o serviço de entrega também, é o que apontam os estudos aplicativo PedidosJá (empresa líder no setor na América do Sul). Um exemplo disso foi o crescimento de 52% nos pedidos de delivery no Distrito Federal em apenas seis meses no começo desse ano.

Antigamente, o serviço de entrega, que já era popular desde os anos 90, parecia servir quase exclusivamente para entregar besteirinhas de final de semana. Agora, o serviço de delivery está presente em todas as áreas da gastronomia, de cerveja a pratos executivos. Ir a restaurantes pode ser prazeroso, mas em quesito de economizar tempo no nosso dia a dia não é tão prático assim: troca-se o cozinhar por deslocar-se até o local e esperar o serviço. Pode ser um pouco melhor que lavar a louça, mas ainda assim não salva tanto tempo. Com o delivery, as pessoas podem continuar fazendo o que precisam fazer enquanto esperam a comida chegar no conforto de casa. Convenhamos, é uma mão na roda para pessoas sem tempo.

Além da popularização do serviço, a forma de se pedir a comida também está ficando mais rápida: ficar no telefone esperando para ser atendido e ainda com risco do atendente anotar errado o seu pedido é coisa do passado. Aplicativos como o do PedidosJá, onde você escolhe tudo o que deseja em poucos segundos e faz o pagamento no cartão, deixam tudo mais prático. Nada mais de ver se possui trocado para pagar a pizza. Com todas essas mudanças, empresas (tanto pequenas quanto grandes, como a Pizza Hut) estão se juntando aos gigantes do delivery para poder sobreviver num mercado cada vez mais competitivo, onde a facilidade para o consumidor é definitivamente o ponto mais importante.

 

Notícias Relacionadas


    19/09/16

    Campeão mundial de poker é segundo colocado no MasterChef USA

    Benchmarking

    David Williams é a prova de que o esforço leva ao longe. O campeão mundial de poker, número 1 em eventos do WPT e WSOP, se aventurou no Masterchef dos Estados Unidos e teve um ótimo desempenho, terminando o programa em segundo lugar. O campeão e dono do prêmio de US$ 250 mil foi o DJ Shaun O’Neale. […]

    19/09/16

    Lista definitiva de bolos feios da internet

    Benchmarking

    Esse tipo de post que não precisa de introdução. Aqui você verá uma seleção de bolos feios. Alguns de propósito e outros sem querer, mas todos feios. Vamos começar com bolos de personagens. Os mais pedidos e bizzaros estão aqui: Buzz LightYear? Ah, ta parecido sim! E esses bolos do Harry Potter? Talvez seja melhor trazer […]

    17/09/16

    Receita da semana – Milkshake de Ovomaltine do Bob’s

    Benchmarking

    Muita gente que chega aqui pela primeira vez, acha que o Marketing na Cozinha é um blog de culinária, mas não. Não somos! Haha. Na verdade, curtimos falar justamente sobre o que acontece em torno das receitas e das cozinhas, no mundo das marcas e dos restaurantes. Como cozinhar não é o nosso forte, nós abrimos essa sessão […]